quarta-feira, 20 de abril de 2011

Barrete Miniatura Inglês 1ª e 2ª Guerra Mundial

Miniature Medals BWM, Victory, Red Cross & Defence

Barrete Miniatura da Cruz Vermelha Britânica. que participou da 1ª e 2ª Guerra Mundiais.
Muito provávelmente da V.A.D. "Volunteer Aid Detachment), estes eram civis voluntários médicos, como Enfermeiros, motoristas de ambulâncias, Médicos, etc

Composto por:

  • Medalha de Guera Britânica (British War Medal) em Prata
  • Medalha da Vitória
  • Cruz Vermelha Britânica 1914/1918 (British Red Cross Society For War Service 1914 - 1918)
  • Medalha de Defesa (Defence Medal) em Prata








sexta-feira, 8 de abril de 2011

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Crescente de Ferro - Turquia 1ª Guerra

Harp Madalyalari 

O Crescente de Ferro conhecido também como "Estrela de Gallipoli" foi introduzida em 1915 pelo Império Turco-Otomano para condecorar tanto seus homens como seus aliados alemães que atuaram como consultores, observadores ou para aqueles que combateram ao lado dos turcos na Macedonia e no Mar Cáspio. Era também concedida para reconhecimento de heróis notórios, como Manfred von Richthofen e Oswald Boelcke. Ela é identificada pelos colecionadores em duas versões: (I) a de manufatura turca; e (II) a de fabricação alemã.

Os primeiros modelos produzidos na Turquia são muito simples com os metais como o ferro ou o zinco, o fundo da estrela é simplesmente pintado (pintura é muito frágil e facilmente se desfazia). No entanto, durante (?) e certamente, depois da guerra, os modelos mais ricos surgiram com metais melhores, especialmente prata, esmalte de fundo, alguns de fabricação feito pelos melhores medalhistas alemães ou austríacos sendo particularmente luxuosa. O centro da medalha mostra a "Lua Crescente" (símbolo dos maometanos) no centro uma inscrição em árabe em um pequeno círculo significa "o Vitorioso" . Abaixo da tughra, é a data de 1333 AH, correspondente ao ano 1915 do calendário cristão. Um dado interessante que descobri há pouco tempo é o modo que os alemães a utilizavam no uniforme. Haviam duas opções para ostentar a condecoração. A primeira delas era utilizar a medalha diretamente no uniforme, como uma EKI. Caso o soldado não quisesse utilizar a medalha, deveria ele usar a indicação: uma fita. Curioso é que muitos barretes foram montados com essa fita, não existindo condecoração sob ela.

A fita  originalmente presa, por vezes,  no pino da estrela, mas deve ser elevado para o segundo botão do uniforme, segundo o modelo da fita da Cruz de Ferro (Além disso sua largura é  idênticos: 30mm). Quanto à Cruz de Ferro, esta fita tem dois modelos:

- Vermelha com duas listras brancas nas laterais para os combatentes.
- Branca com duas listras vermelhas (cores invertidas) para não-combatentes.

Finalmente, existem grampos em metal branco, que parece não oficiais deslizando sobre a fita. Três clipes foram feitos em árabe sobre os seguintes nomes:

- Chanakkale/Chanak (Gallipoli) para a batalha dos Dardanelos (Gallipoli para os britânicos).
Gaza para a batalha de Gaza
Kanal para a ofenciva sobre o Canal de Suez
- Kut-al-Amara para o cerco de Kut (Iraque)
- SINAQ comemorando os combates na Palestina.



 fabricante Alemão BB.CO TWM

Oficial da Marinha Imperial Alemã com uma "Eiserne Halbmond"

Oficial Aviador Turco com seu Crescente de Ferro

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...