terça-feira, 23 de maio de 2017

Morre o último soldado americano da 1ª Guerra Mundial


 Frank Woodruff Buckles morreu aos 110 anos, de causas naturais

Frank Woodruff Buckles, o último sobrevivente dos soldados dos Estados Unidos que lutaram na Primeira Guerra Mundial, morreu aos 110 anos de idade, informou nesta segunda-feira (28) a assessoria de imprensa da família, através do site oficial do veterano.

- Sua vida é uma autêntica história de compromisso e heroísmo que inspira muitos que se perguntam como podem ajudar seu país.

Quando os Estados Unidos entraram na guerra, Buckles, nascido em 1º de fevereiro de 1901 no estado americano do Missouri, apresentou-se a vários escritórios de recrutamento do Exército e conseguiu alistar-se com 16 anos dizendo que tinha 18. Durante a Segunda Guerra Mundial, Buckles foi capturado pelos japoneses nas Filipinas e feito prisioneiro de guerra durante 39 meses. Quando retornou aos Estados Unidos, Buckles radicou-se em uma fazenda na Virgínia Ocidental, onde viveu até sua morte no domingo (27), perto de Charlestown. 



David DeJonge, que escreveu uma biografia de Buckles e atuou como porta-voz da família, declarou que o ex-soldado morreu por causas naturais. Nos últimos anos, Buckles participou de campanhas para que se estabelecesse em Washington um monumento dedicado aos soldados que combateram na Primeira Guerra Mundial. Na capital dos EUA há monumentos que lembram a Segunda Guerra Mundial, além de um menor em honra aos soldados do Distrito de Columbia que morreram entre 1917 e 1918 na Primeira Guerra Mundial.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...